decorar

Sala sem TV

julho 28, 2016

Nossa amiga Simone Collet, amiga e parceira do Apezinho, é criadora do Meu Estilo Decor, e vem com uma proposta diferente, mas cada vez mais comum: não ter televisão na sala! Ela lista cinco motivos pra gente pensar.

Boa leitura!

***

Seu espaço fica mais flexível

Sem a TV ditando onde os assentos devem ser posicionados, você fica muito mais livre para fazer uma arrumação dos móveis mais interessante e aconchegante. Experimente posicionar os assentos de frente e próximos uns aos outros. Essa configuração estimula a convivência e o bate-papo.

No espaço que você ganhou ao se livrar do rack da TV, você pode criar uma área de trabalho com uma mesa para o computador.

Apezinho sala sem TV3

Você economiza $$$ e ganha tempo livre

O dinheiro que você economiza cortando a assinatura da TV a cabo pode ser investido em livros ou melhor, em viagens e passeios de final de semana. Ao invés de ficar enfiado em casa vendo TV, você pode explorar sua cidade, visitar museus e descobrir cidades vizinhas.

Quem sabe você até não encontra tempo para tirar aquele projeto do papel?

Sua criatividade vai bombar

Sem a TV, você pode investir seu tempo livre em atividades que estimulam seu cérebro de maneiras diferentes e dão um gás na criatividade. Tente ouvir música, atacar um projeto “faça você mesmo”, aprender a desenhar ou se dedicar a um hobby, como fotografia ou crochê.

Apezinho sala sem TV7

Mais tempo pra se relacionar com as pessoas que você ama

Só porque você está na mesma sala que a sua família olhando para a mesma tela não significa que vocês estão conectados. Ao contrário, cada um está isolado em sua própria relação com o que está passando na TV. Conversar e se relacionar com pessoas de verdade é muito mais gratificante e fortalece suas relações familiares.

Seu corpo agradece

Quanto mais tempo você passa em frente à TV, mais perde sua inclinação natural para a atividade. A TV mina as suas energias e depois de horas assistindo TV o seu corpo parece cansado e a sua mente menos afiada.

Você pode até pensar que a TV vai te ajudar a relaxar depois de um dia cansativo, mas o efeito é justamente o contrário, seu corpo fica mais “duro”, sua mente mais agitada e o seu sono é afetado. Quer relaxar? Largue a TV e vá meditar ou caminhar.

Eu sei que a TV tem um papel diferente na vida de cada pessoa e talvez você não queira abrir mão dela totalmente. Mesmo assim, vale considerar tirar o trambolho da sala ou pelo menos organizar os móveis para que ela não domine o espaço. Em tempos de Netflix isso é molezinha.

Apezinho sala sem TV2

Nota do Apezinho: As Pereiras adoram televisão. Ela faz parte da nossa sala e do nosso consumo de conteúdo diário. Gostamos de nos jogar no sofá da sala pra assistir às séries juntas. Mas concordamos com a Simone, temos que prestar atenção no tempo que passamos em sua frente.

Ele não pode ser maior que a vida ao ar livre, a família, amigos, ao tempo que devemos investir em outras atividades. Chegar nesse equilíbrio é a chave dessa relação! :)

Você também pode gostar de

6 Comentários

  • RespondaSimonejulho 28, 2016 at 8:38 pm

    Falaram tudo, sábias Pereiras: equilíbrio! Beijo queridas

  • RespondaVivi Colatinaagosto 31, 2016 at 8:30 am

    Nossa, adorei a ideia, vejo poucas pessoas fazendo isso é quase uma quebra de paradigma. Posta mais, bjss.

  • RespondaGIZEUDAsetembro 26, 2016 at 8:07 pm

    Amei as dicas,os ambientes estão lindos.obrigada!!!

    • Daniela Pereira
      RespondaDaniela Pereirasetembro 28, 2016 at 7:10 pm

      Obrigada, Gizeuda!! Volte sempre, vamos adorar. Beijos das Pereiras!

  • RespondaCarlaagosto 22, 2017 at 12:03 pm

    Quando me mudei em maio, fiz opção por não ter tv em casa. Não só na sala. Já foram lidos 6 livros, testados vários pratos novos e muitas outras descobertas. Além de ficar mais leve sem tanta informação desnecessária.

    • Daniela Pereira
      RespondaDaniela Pereiraagosto 25, 2017 at 7:13 pm

      É isso!! Às vezes fazemos as coisas sem pensar, né, Carla? Se puder, compartilha as receitas dos pratos novos! Beijos das Pereiras.

    Deixe uma resposta