manter

Casinha imperfeita

dezembro 9, 2016

Conselhos da querida Simone? Queremos! Ela tira um peso das nossas costas e nos deixa gostar de nosso canto do jeitinho que ele é. Ufa! Aproveita e dá uma lida no seu último post – Simplifique, que fala sobre móveis desnecessários.

Boa leitura!

***

Em tempos de Pinterest e Instagram é fácil se sentir culpado porque sua casa não é perfeita. Pare de sentir culpa. Apenas pare. Perfeito é chato. Um ambiente todo arrumadinho é entediante e fica com cara de… Pinterest. Não me entenda mal, o Pinterest é uma super ferramenta para catalogar ideias, mas a sua casa precisa parecer com você.

2

5 coisas que fazem você sentir culpa em relação a sua casa

Morar de aluguel – Eu sei, tem o “sonho da casa própria” mas morar de aluguel te dá muito mais liberdade…

Como se livrar da culpa: alugar é a decisão financeira mais inteligente. Se o aluguel do apartamento custar, por exemplo, R$ 3 mil e para comprar, ele vale R$ 550 mil, a taxa de aluguel é de 0,55% ao mês. Mais baixo que qualquer taxa de financiamento. Não acredita em mim? Esse economista te explica melhor.

0m4a3899-copy

Decoração inacabada – Você se mudou e gastou tudo o que tinha pintando o apezinho, instalando ar condicionado e comprando geladeira. Resultado, não sobrou grana para a decoração.

Como se livrar da culpa: decoração é um processo, você não precisa fazer tudo de uma vez. Curta cada escolha, cada compra. Só não vale fazer corpo mole e não arrumar as coisas que você já tem. Pendure seus quadros na parede, tire tudo das caixas de mudança e livre-se das tralhas.

0m4a3939-copy

Soluções temporárias – Feito é melhor que perfeito. Já ouviu essa, né? Ficar dormindo no chão em um colchão meia-boca porque você não tem dinheiro para comprar aquela cama-box com o pillow-top da NASA não faz sentido.

Como se livrar da culpa: se você está vivendo há mais de 6 meses com uma situação temporária esperando pela perfeição e ela não vem, aceite uma solução permanente alternativa. Não é melhor comprar uma cama bacana em um brechó?

3

Bagunça – Alguma bagunça é aceitável.

Como se livrar da culpa: Um truque que eu uso é esticar os lençóis na cama logo que me levanto. Não fica perfeito como cama feita mas faz com que eu me sinta melhor. Compre cestas e caixas para esconder a bagunça do dia-a-dia como as roupas que teimam em ficar espalhadas pela casa e a papelada. De onde vem tanto papel?

9

Móveis de segunda-mão – Todos os seus móveis foram doados ou emprestados por algum parente ou amigo e você sente culpa porque acha que ficou uma combinação siri com toddy.

Como se livrar da culpa: se joga na decoração eclética. Aceite que os móveis têm estilos diferentes e divirta-se com isso. O truque para conseguir uma unidade na decoração é escolher uma paleta de 2 ou 3 cores e se manter fiel a ela. Repita insistentemente as cores escolhidas pelo ambiente e veja o conjunto ganhar unidade visual : )

Nota do Apezinho: as fotos desse post são do nosso apezinho. Elas foram tiradas pelo querido Victor Ronccally, do RIOetc, e ilustraram o lindo texto que a Vivi Melchior escreveu sobre a gente.

1

Nosso canto tá longe de ser perfeito. Moramos de aluguel. A decoração está inacabada (acho que sempre estará!). Tentamos driblar soluções temporárias. Pra bagunça não tenho muita tolerância não, confesso, hehe! Meu primeiro móvel foi de segunda-mão e estou com ele até hoje! Somos muito felizes nele. Isso que importa, né? Ela é a alma das Pereiras! <3

Você também pode gostar de

7 Comentários

  • Responda Marli Belloni dezembro 10, 2016 at 1:24 pm

    olha, discordo da ideia de que alugar é a decisão financeira mais inteligente. podia até ser quando a bolha imobiliária estava no auge, mas agora estamos no descenso dessa curva. imóvel é um patrimônio que se deixa para os filhos e dá um baita alívio depois que as prestações acabam. e, se a situação apertar, a gente sabe que o teto estará garantido. se a situação permitir, compre. pode comprar um imóvel pequeno, depois ele entra como entrada para algo maior.

    • Daniela Pereira
      Responda Daniela Pereira dezembro 12, 2016 at 10:36 am

      Oi Marli! Os especialistas estão bem divididos, né? As Pereiras estão batalhando pra ter um apezinho próprio. Porque queremos ter um cantinho próprio e sentir esse alívio que você está sentindo. Mas respeitamos a opinião da querida Simone. E sentimos menos culpa por ainda não termos conseguido o nosso. Beijos!

  • Responda Evilyn dezembro 15, 2016 at 2:34 pm

    Aluguel x comprar, como tudo na vida tem os pós e contras. Morei de aluguel por um tempo, trocava de um apartamento para outro, sempre para algo “melhor” mas o meu desejo era de ter meu próprio apartamento, pensava nisso todos os dias da minha vida, até que há dois anos com a ajuda do meu pai, consegui… Problema atual: acho que me acostumei com mudanças, de querer sempre mais e agora me sinto presa, não é mais tão fácil pensar em me mudar. Antes de decidir, tem que pensar o que se quer para a vida (não que isso não venha a mudar tbm). O aluguel lhe dá mais liberdade, agora vejo que se encaixa para mim, pretendo, ao quitar o meu, alugar ele e com esse dimdim, alugar outro lugar para mim…

    • Daniela Pereira
      Responda Daniela Pereira dezembro 30, 2016 at 12:14 pm

      Oi Evilyn, adoramos a reflexão! É isso mesmo. Cada um sabe sobre seus sonhos e necessidades, não é? Beijos!

  • Responda Scantales dezembro 20, 2016 at 4:52 pm

    Imóvel é coisa pra se comprar a vista.
    O alívio é ilusório, pois dívidas podem gerar a perda do lar doce lar.

    Abc

  • Responda Maria fevereiro 3, 2017 at 8:26 pm

    Combinação siri com Toddy, minha realidade hahaha
    Mas a decoração até que tá interessante

    • Daniela Pereira
      Responda Daniela Pereira fevereiro 14, 2017 at 12:16 pm

      Sim! Adoramos também, Maria. :)

    Deixe uma resposta