contar

Brasileiríssima!

maio 19, 2014
A criadora de A Casa que a minha Vó queria se chama Ana Medeiros e se apresenta assim no blog: “Neta de D. Edite, casada com um cara porreta, mãe de dois meninos fofos, 31 anos. Bem humorada e de pavio curto.Trabalha home office, dorme pouco, prefere não cozinhar e é amante de casa cheia. Fisgada pela decoração há sete anos, agora não consegue manter os pensamentos longe do assunto. É convicta que a nossa casa é o lugar onde construímos o amor e as melhores lembranças da vida.
 
Pois a Ana parou as milhares de coisas que faz e conversou com o Apezinho. Foi uma alegria, muito obrigada Ana!
 
Leia nosso papo e aproveite! :)
 
decor-alegre-e-colorida3
 

Como era a casa da imaginação da Dona Edite?
 Era uma casa com roupas de cama de linho, quadros alinhados na parede, muitas cores nas almofadas e uma mesa impecavelmente posta, ah, com guardanapos de tecido. 

Aí você se casou. Com um marido porreta. Mas os dois duros de marré
marré! Por onde e como você começou a decorar sua casinha? Isso mesmo, quando fomos morar juntos, dividíamos um edredom doado por uma tia. Éramos muito jovens (23 anos) e ninguém da família colocava muita fé na gente.Eu e o Leo somos primos, o povo apostava em só uma paixonite boba.
 
Começamos a decorar pelo basicão, aliás, nem foi decoração em si, foi mesmo o bruto! Hahaha.
 
na-nossa-cabeceiraDecoração sem regras, imposições ou mimimi. Gostei, como é decorar
desse jeito? É decorar com intuição, com personalidade e com coragem, nada de “ai que medinho de pintar essa parede de roxo”.

O Apezinho tem apenas um ano, mas a gente percebe que as pessoas
valorizam cada vez mais o faça você mesmo e o reaproveitamento de objetos. Você tem essa mesma sensação? Estamos dando mais valor à natureza e ao nosso dinheiro? Sim, sem dúvidas! Acho a coisa mais linda quando vejo que a pessoa até tem dinheiro pra contratar um profissional, mas ao invés disso vai lá e faz (Desculpaê colegas). Estamos valorizando mais a nossa moradia, em todos os sentidos.

A gente vê amor em todos os cantinhos do blog. Você cuida dele sozinha?
 Eu e o Leo, acho até que vou promovê-lo, porque colunista somente, ele já deixou de ser há muito tempo, hahaha. O blog é um filho, se eu não cuido, se não posto e dou valor a esse menino, ele chora, os leitores cobram, a minha vida não tem tanta graça. 
 
xilagravura-casa-de-criacao3Quais posts são seu cartão de visita, aqueles que te dão um baita orgulho? Não tenho um específico, mas acho que todos aqueles que mostro um pouquinho aqui da nossa casa são especiais.

Quais são as referências que estão te animando no momento? Podem
ser blogs, revistas, trabalhos, livros, músicas, o que vc quiser! Tenho muitos livros em casa sobre arquitetura e interiores (muitos deles por causa do Leo, que já cursou os dois cursos), assino algumas revistas, mas o que mais me anima mesmo é o meu feed, os blogs que assino. O A Beautiful Mess é um dos melhores, e recentemente descobri o Lá de casa que estou adorando, fico ansiosa pelas postagens. 
 
Quando a loja no Face será lançada? O que ela terá? Na verdade lançamos online, no final do ano passado, a Casa de Criação, que é um verdadeiro mega ultra xodó. Agora em junho vamos abrir uma loja física, na cidade que moramos. Tudo que entra na Casa de Criação é especial pra gente, é um pouquinho do que mostramos no blog, é um pouquinho da nossa casa para os leitores. Estou muito animada.
 
10326368_700819113313243_991463703_nQuase 100 mil likes no Face. É uma grande conquista, parabéns! Já pensou na comemoração? Menina, sabe que não? Vc lembrou bem! Hahahaha. Na verdade, já fui muito ligada em números, mas hoje em dia pouco presto atenção à audiência e likes. E olha, não é descaso, mas aprendi que quem tá com a gente e incentiva nosso trabalho, se faz presente de formas muito mais bacanas, só me resta mesmo  arrumar uma forma legal de retribuir isso,preciso de teeeeempo! 
 
Apezinho charmoso é aquele que… Tem voz de criança, cheiro de bolo de laranja e música pra dançar. 
 
1238376_641810605890516_3625534558575015526_n
 
Nota do Apezinho: Bom, aproveito pra mandar um beijo pras minhas avós, Aracy e Theresa, e também para a minha mãe, a Fernanda amada, avó das minhas meninas. Todas no céu tomando conta da gente!
 

Você também pode gostar de

1 comentário

  • Responda MANU maio 26, 2014 at 4:01 pm

    Ameiiiiiiiiii sempre fui fã do ACQMVQ kkk acho que é assim que a Ana identifica o blog… Parabéns pela entrevista Dani… ;)

  • Deixe uma resposta