mudar

Vida no Interior

julho 8, 2014

“Numa cidade grande a gente se sente pequeno. Numa cidade pequena a gente se sente grande” Será mesmo assim? Viver no interior é tudo mais calmo e pacato onde as pessoas só escutam musica sertaneja e tem um monte de “caipira”? Existem inúmeras vantagens e desvantagens de viver no interior, mas como tudo depende (e MUITO) do estilo de vida e do objetivo de cada um, resolvi listar 10 questões para nossa reflexão:

Qualidade de vida – O custo de vida no interior é bem mais barato, o aluguel é mais em conta, no mercado a compra do mês sempre sai “mais por menos” e de alguma forma, acaba sobrando mais dinheiro, talvez seja pelo falta de opções de entretenimento. No interior, você meio que conhece quase todo mundo e não apenas a sua vizinhança. É o Renato do Jornal, o Antônio do açougue, a Maria da padaria… algumas famílias são conhecidas pelo seu sobrenome e isso tem muita força e influência. Você passa menos nervoso e sofre menos pressão de um modo geral. A paisagem é sempre mais agradável, tem mais verde e a natureza é mais próxima. Dizem que a violência é menor, mas nos dias de hoje não dá pra facilitar em lugar nenhum. Algumas cidades do interior tem uma arquitetura bem charmosa, além daquelas pracinhas com coreto em frente à igreja matriz e tudo isso é um verdadeiro encanto.

10268867_521494281289709_690589383_nDistância – Parece que tudo é mais perto, mais fácil e mais acessível. Você consegue, como num passe de mágica, sair atrasado para um compromisso e ainda chegar adiantado. Algumas vezes, no horário de almoço, dá até para se dar ao luxo de voltar pra casa, almoçar e ainda tirar um cochilo! O tempo de locomoção é sempre menor.

Pessoas – As pessoas no interior são mais apegadas, são mais solidárias e mais simpáticas. Talvez seja pela facilidade de todos se conhecerem ou de alguma forma ter algum conhecido em comum, isso acaba deixando-as mais solícitas umas com as outras. Nas cidades grandes, você só vê o pessoal andando pelas ruas com fone de ouvido, sempre apressados e nem olham na cara uma das outras. Você vai comprar um bilhete do metro e a atendente não fala nem um “Bom dia”. Se você precisar de uma informação, as pessoas tem receio de te ajudar.

Emprego – Uma pessoa que trabalha fazendo a mesma coisa no interior, ganha muito mais na capital. La pode até ser tudo mais caro, porém os profissionais são melhores remunerados e encontram sempre as melhores oportunidades de trabalho.

10413882_241184899338447_740128506_nTransito Ausência de trânsito! – Congestionamento pode acontecer somente em período de festas/feriados ou na inauguração de algum local, o pessoal adora (e é carente por) novidade e todos querem conhecer e conferir o quanto antes. Um engarrafamento pequeno até acontece no dia a dia, mas somente em horário de pico e nada comparado aos infernos das grandes cidades. Andar de ônibus é uma tranquilidade, existe ainda possibilidade de pegar um moto táxi ou até mesmo optar por uma caminhada.

Atendimento médico – Em algumas cidades do interior, não tem nenhum serviço de emergência particular e o único hospital público tem lá seus problemas. Se a pessoa precisar de algum tratamento mais específico, também só encontra em cidades grandes.

10387935_1408682696087843_86981126_nEntretenimento e Diversão – Os grandes centros possuem muito mais opções culturais, educacionais, restaurantes, boates e shopping o que faz com que sejam mais atraentes. Sabe aquele filme que você tanto quer assistir? A estreia provavelmente vai acontecer bem depois no interior, e às vezes, nem acontece. Assistir aquela peça de teatro, comer em um restaurante bacana, encontrar uma roupa diferente e curtir uma noite num lugar descolado, só mesmo partindo para as grandes cidades.

Explorar sua criatividade – O que você pode fazer numa cidade que não tem cinema, teatro, praia ou shopping? Não pode deixar o tédio tomar conta de você, daí o jeito é explorar o local até descobrir uma novidade ou eleger seu local preferido ou algo que você possa fazer e que mais te agrade. Vale desde um local, um serviço ou algo bem típico da cidade, o importante é você identificar e conhecer aquilo que fará você fazer questão de apresentar quando alguém for te visitar. É interior, não o fim do mundo.

10013249_1468569130039028_750521203_nInovAÇÃO – Como viver em um lugar que não tem tantas lojas de decoração e de tecnologias e com tantas novidades? Os últimos lançamentos no interior podem ser os últimos literalmente! O jeito é se virar e o legal é recorrer aos blogs de decoração exercitando a sua cachola. Além de contar com muitos artesãos locais com trabalhos que, muitas vezes, chegam às grandes lojas com valores bem mais caros.

Olhar as estrelas do céu – “Todos estamos na sarjeta, mas há aqueles que conseguem ver as estrelas.” Oscar Wilde A maioria de nós, moradores de cidades grandes não conseguem ver muitas estrelas, diferente das pessoas que moram no interior e que veem um céu estrelado de impressionar. Nas cidades não é possível ver muitas estrelas justamente pelo fato do excesso de luzes e iluminação dos postes, a chamada poluição luminosa que acaba ofuscando o brilho das estrelas. Admirar uma noite de céu estrelado é um verdadeiro privilégio!

Nota do Apezinho: As M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A-S fotos do post são do amigo Roberto Tostes. A nossa declaração de amor para Laranjeiras e Copacabana é bem linda, dá uma lida! <3

Você também pode gostar de

29 Comentários

  • Responda Michele Batista Miranda julho 8, 2014 at 8:33 pm

    Realmente muito bem listados os prós e contras. Acho que viver no interior reflete a um estilo, uma fase da vida que se pretende levar. Quando se pesa tudo na balança, a diversidade dos grandes centros muitas vezes não compensa. O charme da cidade interiorana é quase um status maior de vida que muita gente amendrontada teima em encarar.

    • Responda Diego Carza julho 10, 2014 at 1:21 pm

      Pessoal, que bacana que gostaram do post! A intençao é exatamente esta, fazer uma reflexão entre as diferenças dos lugares! Eu tento sempre extrair o que te de melhor em ambos os lugares.O importante mesmo é viver feliz, seja aqui no interior ou lá na cidade grande! :)

  • Responda Ari julho 9, 2014 at 10:06 am

    Adorei o post! Sempre quis morar em cidade pequena, daquelas de novelas e filmes. Acho um encanto todos se conhecerem, o coreto em uma praça e tudo mais.
    Enfim, apesar de não morar em uma cidade “do interior meeesmo”, moro em um pequeno bairro, então é quase como se fosse! ;)
    Post muito bom, parabéns!

  • Responda maria clara julho 9, 2014 at 11:27 am

    É exatamente isso que eu quero. O Rio de Janeiro atualmente cheira à concreto e eu quero sentir cheiro de árvores, de terra molhada. Quero qualidade de vida, quero poder fazer meus artesanatos e estou começando a buscar uma casinha simples, pequena mas cercada de verde. Ainda não decidi mas, com muito pesar digo que o Município do Rio já deu.

    • Responda marli março 18, 2016 at 7:46 pm

      Olá! Você já conseguiu isso. Eu tbm quero muito isso. Mas não sei por onde começar.

  • Responda Glaucia Marques julho 10, 2014 at 11:47 pm

    Diego meu amigo vim aqui prestigiá-lo adorei seu post bjus saudades eternas♥ Glau

  • Responda Emilia Vessoni julho 11, 2014 at 5:09 pm

    Não é 100% assim, mas vale a pena, mt legal mesmo! Enquanto tem pessoas que se juntam em prol das coisas, tem a famosa fofoca tb.

  • Responda Katia Santos julho 11, 2014 at 6:45 pm

    Há dez anos troquei o Rio de Janeiro, por São Pedro da Aldeia e apesar de não ser uma cidade perfeita é perfeita para mim. A cada dia me sinto mais feliz por minha escolha. Adorei suas colocações. Espero que sirvam de incentivo para quem quer se mudar.

  • Responda Andressa julho 21, 2014 at 9:19 pm

    Eu moro no interior, por motivo de trabalho, e quero cortar os pulsos aqui. Reconheço as (poucas) vantagens, mas, para mim, não compensa. Ganho muito bem e não tenho nem onde gastar! Chega sexta-feira e me mando para uma cidade maior, que fica mais ou menos perto… Já morei em capital e, apesar dos problemas (trânsito, violência, etc), amava!

  • Responda marcelle fevereiro 3, 2015 at 2:57 pm

    Interior é td de bom! Td mais leve!

  • Responda Messias Amazonas março 31, 2015 at 1:00 pm

    Estou neste exato momento em frente ao computador e lembrando da minha visita no final de semana em Brotas. Faço faculdade de Turismo em São Paulo e isso é a única coisa que me prende aqui. Tenho medo também de não conseguir trabalho se eu for pro interior.

  • Responda Messias Amazonas abril 1, 2015 at 6:50 am

    Estou querendo fugir de São Paulo capital a um tempo já. O que me deixa triste é deixar a faculdade, gostaria de terminar primeiro antes de largar tudo sabe. Meu trabalho não conta, não tem peso nessa decisão. O que você acha que eu deve fazer?

  • Responda EDUARDO maio 16, 2015 at 9:34 pm

    Sou de Nova Iguaçu, tenho 56 anos e estou dando entrada na aposentadoria, e pretendo ir para o município de Rio das Flores no interior do estado do Rio.

    É uma cidade pacata e muita tranquila, e como não estou mais procurando badalação, shooping e etc, não sentirei muito, pois estou exatamente buscando uma comida na lenha, uma rede, cachoeira, rio e muito verde, e tudo isso a cidade oferece.

    É uma pequena cidade com menos de 10.000 habitantes.

    Um abraço!

    Eduardo

    • Daniela Pereira
      Responda Daniela Pereira maio 17, 2015 at 8:21 pm

      Que bacana, Eduardo! Boa sorte nessa nova etapa de vida, que, tenho certeza, será maravilhosa! Beijos e volte sempre.

      • Responda EDUARDO abril 14, 2016 at 2:29 pm

        Obrigado Daniela Pereira!

        Me desculpe por estar respondendo com tanto tempo.

        Ainda não fui para Rio das Flores, mas breve.

        • Daniela Pereira
          Responda Daniela Pereira abril 28, 2016 at 1:19 pm

          Boa sorte, Eduardo! Beijos e volte sempre!

  • Responda Marcos Ferreira agosto 18, 2015 at 1:37 pm

    Saí de São Paulo a um mês.Não existem mais vantagens em se tratando de laser e diversão. Tudo absurdamente caro,impera a falta de segurança, sujeira, trânsito caótico e a falsa informação de que se ganha muito bem,com altos impostos e escravidão socio-psicológica, você é Penas um número. Existem ótimas cidades no interior que estão na média e tem vida social sim..diversão e entretenimento e na sua maioria,gratuitos.São Paulo é para quem tem apoio e familiares por perto.uma pessoa só terá que entrar num esquema um tanto complexo em se tratando das relações pessoais.

  • Responda Elisângela maio 5, 2016 at 3:15 am

    Alguns outros contras de se morar em uma cidade pequena são a constante fofoca e a inveja de todos em relação a todos, já que quanto maior é a proximidade entre as pessoas, maior também é a comparação e o incômodo com o sucesso alheio. Graças a isso, a competição por coisas como empregos acaba assumindo um viés muito pessoal e facilmente provocando emoções como o ódio entre conterrâneos.

    • Daniela Pereira
      Responda Daniela Pereira maio 12, 2016 at 2:52 pm

      É mais um desafio, não é? Temos que lutar para os prós valerem tão à pena que os contras fiquem menores. Beijos, Elisângela! :)

  • Responda Ivan junho 8, 2016 at 11:42 pm

    Acrescentaria ao assunto a questão da terceira idade.
    Acho muito legal o retorno à sua cidade depois de cumprida a sua Jornada na cidade grande. É o coroamento da vida.
    Estou com 62 bem aposentado, e pensando seriamente em voltar .
    Abcs
    Ivan Palma

  • Responda Iara agosto 23, 2016 at 9:59 pm

    Receio apenas não consigui emprego, pois a maioria do comércio é de família ou amigos. Não há grandes empresas no interior.

    • Daniela Pereira
      Responda Daniela Pereira setembro 15, 2016 at 5:52 pm

      Oi Iara, essa é uma possibilidade real. Na torcida para que não seja o seu caso, se você quiser mudar de vida e morar no interior. Beijos e boa sorte!

  • Responda Vivian agosto 31, 2016 at 11:35 am

    Adorei sua matéria!! Tenho muita vontade de morar no interior! Acho que combina muito com minha personalidade!

  • Responda Gabriel novembro 16, 2016 at 2:19 pm

    estou pensando em mudar mas por questão de valores, em curitiba imóvel é muito caro e em campo largo por exemplo conseguiria ter uma casa enquanto em curitiba tenho que me contentar com um apartamento pequeno

    • Daniela Pereira
      Responda Daniela Pereira dezembro 1, 2016 at 12:28 pm

      Oi Gabriel, que essa mudança seja bacana pra você e seu futuro. Beijos, querido!

  • Responda Tâmara Brandão janeiro 22, 2017 at 8:30 pm

    Olá, ótimo post! Estou começando a minha carreira em Savador-Bahia porem nasci e me criei em um interior com menos de 10 mil hab. estou em periodo de adaptação mas ja me questiono se é aqui mesmo que serei feliz, tendo sucesso profissional mas longe de todos que amo… enfim agora é pensar e por na balança o que decidir. Bjos

    • Daniela Pereira
      Responda Daniela Pereira fevereiro 1, 2017 at 11:01 am

      Desejamos muita sorte e luz pra você, Tâmara. Amamos a Bahia e seu interior. Acontecerá o que for melhor pra você, certamente. Beijos carinhosos!

  • Responda Tatiane Nascimento janeiro 27, 2017 at 11:50 am

    Tenho pensado muito em ir para uma cidade menor. Nem que, por enquanto, seja apenas para passar os finais de semana, já que trabalho na capital. Gostei muito do post e, se alguém conhece as cidades de Porto Real e Quatis (RJ) e puder me dar dicas eu.agradeço muito.

    • Daniela Pereira
      Responda Daniela Pereira fevereiro 1, 2017 at 9:36 am

      Oi Tatiane, é uma proposta tentadora, né? Pensamos muito nisso também. Sonhamos em morar na Bahia, nosso amor maior! Quem sabe algum leitor do post não pode te ajudar com infos dessas duas cidades. Beijos e boa sorte!

    Deixe uma resposta