mudar

Sem dívidas

janeiro 1, 2014

A Editora Letras e Lucros foi criada por um grupo de jornalistas, que se empenha em transformar as complicadas manchetes dos cadernos econômicos em textos úteis para a nossa vida financeira.

A Mara Luquet faz parte desse grupo. Ela é, certamente, uma das mais respeitadas jornalistas de economia no Brasil e tem uma qualidade incrível: gosta de compartilhar seu conhecimento! É paciente, fala a nossa língua e tem orientações ótimas pra colocar nossa vida em ordem.

Nós a procuramos para pedir que o artigo abaixo fosse publicado e ela, generosamente, deixou, que maravilha!

Boa leitura e reflexão. Muito obrigada, Mara!

10 passos pra tornar seu salário mais produtivo

O povo brasileiro foi às ruas reclamar da má administração do dinheiro público. E você? Como tem administrado seu dinheiro?

O consultor financeiro Francis Hesse lista dez passos para melhorar a produtividade do seu salário.

1 – Identifique e visualize todos os seus gastos. Faça um acompanhamento minucioso por pelo menos 1 mês de todas as suas despesas (ideal anotar durante 3 meses), por menor que elas sejam (cafezinho, gorjetas etc.) Anote tudo.

2 – Descartar os gastos desnecessários ou mudar os planos e serviços que são usados parcialmente/esporadicamente (celulares, assinatura de jornal, provedor de internet, tv por assinatura);

945786_545974372124115_1535813462_n3 – Caso tenha dívidas, priorize acabar com elas. Faça um planejamento para pagamento das dívidas, começando pelas com juros mais altos.

4 – Estabeleça junto com a família, seus sonhos e traga-os para a realidade, estabelecendo objetivos para alcançá-los. Quantifique-os. Quanto é necessário poupar por mês para realizar estes sonhos (para quem tem dividas o primeiro sonho deve ser quita-las).No mesmo dia em que você recebe você já deve realizar as aplicações para alcançar seus objetivos. O valor que sobrar é o valor que deve ter em mente como rendimento.

5 – Crie um fundo para emergências, cujo valor deve ser aplicado no mesmo dia em que você recebe seu salário.

6 – Planeje conscientemente junto com a família seus gastos mensais.

1240096_553276514727234_760664373_n7 – Não faça novas dívidas. Existe uma grande facilidade de você gastar um dinheiro que não é seu com, Cartão de crédito, Cheque especial, CDC, Cheques pré-datados, compras parceladas.

8 – Cuidado com o status, não viva de aparências. Não é porque um vizinho trocou de carro que você também tem que fazer. Lembre-se que cada família tem suas prioridades.

9 – Cuidado com as Liquidações e as “oportunidades”. Pois através delas na maioria das vezes adquirimos coisa que não precisamos ou não são nossa prioridade.

10 – Não compre por impulso. Procure não comprar nada de imediato. Pense bem, se depois de 1 semana você ainda achar que precisa mesmo, então compre. Mas não se esqueça de pesquisar muito bem os preços antes de comprar e tenha em mente que para realizar esta compra você estará abrindo mão de outro destino que este recurso poderia ter.

1382058_573136459407906_1278209070_nE para terminar…
“Ninguém sabe como será o amanhã, é certo que assim como já tivemos muitas crises, outras virão. Se você tiver pouca ou nenhuma reserva financeira , a crise com certeza atingirá você e sua família. Quanto mais reservas você tiver, menos ela o afetará. Quem enfrenta uma crise sem ter reservas adequadas, acaba contraindo dívida, e passando por dificuldades”.

Por Francis Hesse

 

 

Notas do Apezinho

O artigo selecionado foi encontrado aqui. O Letras e Lucros também tem Facebook.

Se animou e quer ler mais sobre o assunto? Conheça os posts do Renato Achuti, nosso consultor financeiro!

As ilustrações apaixonantes desse post são da Amy Rice. Conheça o trabalho dela, vale muito à pena. :)

 

Você também pode gostar de

1 comentário

  • RespondaLenita Teixeirasetembro 26, 2014 at 10:09 am

    Adorei essas dicas, já estou colocando em prática

  • Deixe uma resposta