manter

Roupa lavada, oba!

maio 27, 2014

O vídeo do Porta dos Fundos “Morando Sozinho” me fez lembrar do cesto de roupa mágico. No primeiro apezinho, em geral, uma das últimas coisas que montamos é a lavanderia. O que faz sentido, já que dá para viver sem! 

Fora de casa

Podemos lavar as roupas na casa dos pais, dos amigos ou em lavanderias especializadas – por peça ou auto-serviço. Uso o serviço por peça em situações específicas como vestido de festa, terno, edredon ou casacos pesados. Há redes como a Laundromat e lavanderias de bairro que oferecem auto-serviço. O preço para lavar e secar cerca de 20 peças leves (“máquina pequena”) gira em torno de R$ 24,00.

1Já usei várias vezes o auto-seviço e acho muito prático, seja na minha rotina diária, seja em viagens. Enquanto a roupa lava e seca dá para ler um livro (sugestão de títulos), planejar o dia, fazer o cardápio da semana, lista de compras etc Em alguns lugares, você deixa a roupa batendo, vai buscar depois e recebe já dobrada – show! Foto da Laundromat

2Lavanderia em Berlim.

 

 

 

 

 

Dentro de casa – Montando a lavanderia

Para lavar as roupas em casa, podemos fazê-la manualmente com auxílio de tanque, baldes ou bacias ou com uma máquina de lavar roupa. Prefiro as máquinas de lavar com entrada frontal, são mais silenciosas e desgastam menos a roupa, o que gera economia.

As máquinas com as funções de lavar e secar são ótimas, ideal para quem tem pouco espaço. Dois pontos importantes: a instalação – requer 2 entradas de água (quente e fria) e o volume de roupa – para lavar é superior à capacidade para secar.

3Antes de comprar qualquer equipamento, é recomendável: tirar as medidas do espaço disponível, verificar as instalações necessárias e consultar o Reclame Aqui para conhecer como o produto e fabricante se comportam. Alguns manuais de uso são encontrados na internet para download.

O varal pode ser de tetoparede (geralmente retráteis) ou piso (monta e desmonta – liberando o espaço). Aqui estão alguns modelos que vimos na Tok & StokFoto daqui.

 

4Os prendedores de roupa se apresentam em vários modelos. O da foto possui um design premiado e é uma peça única com dupla função: prende a roupa e serve de gancho. Gosto dele porque não deixa uma marca acentuada na roupa.

Os cabides de plástico (madeira ou tecido podem manchar as roupas úmidas) são ótimos para pendurar camisas – ficam sem marcas e podem ir direto para o armário (conforme o tecido, não precisa passar a ferro – economia dupla: de tempo e de energia elétrica).

Lavando a roupa

Regra geral: separar as roupas por: cor, tipo de tecido e grau de sujeira.

Antes de lavar, devemos verificar e retirar objetos dos bolsos, fechar o zíper, desabotoar as peças, desdobrar as mangas, sacudir levemente a peça e levantar a gola.

Roupas delicadas e finas devem ser lavadas na função manual da máquina. Há saquinhos próprios para lavagem de roupas finas na máquina.

Por uma opção mais econômica e menos poluente, podemos usar:

1) o vinagre branco de álcool na pré-lavagem, como amaciante ou no último enxague para evitar que a roupa desbote – 750 ml = R$ 2,00;

2) o bicarbonato de sódio tanto na pré-lavagem como acrescentá-lo ao sabão em pó ou líquido (biodegradáveis) para intensificar a limpeza e ajudar na remoção de manchas na hora de lavar a roupa – 1 kg = R$ 8,50; e/ou,

3) o limão na pré-lavagem ou como clareador – 1 kg = R$ 3,20.

Há várias dicas na internet sobre como lavar roupas, escolhemos essa aqui;

Símbolos de Lavagem de Roupa

5Foto daqui.

 

 

 

 

 Achamos um quadro interessante que indica os símbolos e os tipos de tecido mais comuns. Ajuda bastante na hora de lavar a roupa. Encontramos aqui.

Manutenção: Caiu o varal (de teto). E agora?

Em geral, o varal despenca bem na hora que vamos estender as roupas. É muito chato! Dá um desânimo… O negócio é improvisar para “pendurar” a roupa lavada (cabides de plástico são campeões nessa hora!) e depois solucionar o problema. Boa notícia: Dá para você mesmo resolver isso e economizar uma graninha! Segue com a gente.

Problemas e Soluções

As cordas de sustentação do varal de teto com o passar do tempo ficam gastas e podem se romper.

7Solução: Troca das cordas – material: algodão, polipropileno branco – medida média: 15m. Preço: R$ 10,00 a 25,00.

O desgaste natural decorrente do uso e o tempo ressecam o plástico das roldanas (instaladas no teto e na parede), que podem se quebrar.

 

 

 

Solução: Troca das Roldanas, vendidas em jogo (7 peças, sendo 6 peças de teto e 1 gancho de parede para prender as cordas) com preço médio de R$ 20,00.

8Você também encontra o kit de manutenção ou reparo de varal completo com a corda e roldanas. Preço: R$ 23,00 a 30,00.

Onde encontrar

Você encontra em lojas de ferragens, lojas de construção, alguns supermercados, e lojas como Leroy Merlin. 

Para substituição das peças danificadas você vai precisar de: 1 Escada, 1 Tesoura, Corda ou Roldanas ou kit completo, conforme a sua situação.

Como fazer – Basta seguir as instruções desse vídeo, que explica tudinho! Adorei! Funciona mesmo porque já fiz a reposição das cordas aqui em casa. Vai na fé e bom trabalho! As fotos acima foram tiradas do site da Leroy Merlin.

Notas: Não fomos remunerados para citar as lojas nem as marcas constantes deste post. Os preços são aproximados e praticados na cidade do Rio de Janeiro.

Você também pode gostar de

Nenhum comentário

Deixe uma resposta