manter

Consumo Consciente

outubro 2, 2014

Estamos conscientes que a água é um recurso cada vez mais caro e raro. O combate ao desperdício é constante e exige mudança de atitudes e força de vontade. A imagem acima foi encontrada aqui

cc1452a1613d2ab38aadd245cd99c89aMais de 1 bilhão de pessoas não têm acesso à
 água potável. No Nordeste, mais de 60% das famílias rurais não têm abastecimento de água. É uma felicidade ter água na torneira! No Brasil, de cada 10 litros de água tratada, 4 litros são desperdiçados por vazamento (nas ruas) ou fraude (“gatos”). Além dessas perdas, há aquelas que acontecem na nossa casa por mau funcionamento das torneiras, válvulas de descarga. Esses dados são surpreendentes, não é? A imagem ao lado foi encontrada aqui

A gente não costuma pensar muito a respeito mas a água é utilizada na produção de alimentos, bebidas, além de integrar os variados processos de industrialização. O cálculo para saber o consumo de água no ciclo de um produto é a pegada hídrica. Aqui há uma calculadora específica disponibilizada pela Water Footprint Network.

Assim, para economizar água, precisamos consumir de maneira mais racional e sustentável todos os demais produtos, ou seja, substituir descartáveis por duráveis, usar o produto durante toda a sua vida útil, descartar o lixo de forma adequada, se informar sobre o fabricante e revendedor do produto (para conhecer o impacto social e ambiental destes), e, reduzir o consumo.

O que podemos fazer para aproveitar melhor alimentos e bebidas? Evitar desperdício de alimentos.

Não fazer compras com fome. A gente compra mais do que precisa!

Preparar com antecedência a lista de compras dando preferência às frutas e legumes da estação – outono e inverno e respeitando a época de reprodução dos peixes. Para ajudar nessa tarefa, conte com aplicativos destacados nesse post.

2

Imagem: Ecosurf.

Planejar as refeições com antecedência permite o aproveitamento das sobras de uma refeição para o preparo da outra, bem como o uso dos alimentos mais antigos na geladeira e na despensa. Uma dica boa é fritada de tudo do blog Come-se da Neide Rigo.

Ter atenção e cuidado com a conservação dos alimentos. Anotar a data de abertura/compra dos alimentos como verduras, legumes e outros perecíveis para ajudar no planejamento das refeições.

3Separar e congelar parte dos alimentos que não serão consumidos de imediato. Por exemplo, a baguete, o pão de forma – separar algumas fatias, embalar e congelar. Quando precisar, basta levar ao forno por alguns minutos e está pronto!

Eu  embalo os alimentos em porções adequadas para o número de moradores da casa,  em saquinhos (tipo Ziploc ou para conservar alimentos) de tamanhos variados e anoto a data da compra. Foto do Pinterest.

Outra possibilidade é congelar o vinho que sobrou para usar depois no preparo de algum prato ou sobremesa.  Para tanto basta colocá-lo em forminhas de gelo. Depois de congelados, os cubos podem ser embalados em saco ou recipiente próprio. Quando precisar, é só descongelar. Atenção: O vinho demora mais tempo para congelar do que a água.

4Para facilitar a preparação dos pratos, antes de congelar, é bom verificar a medida do cubo de vinho na sua forminha. No caso da foto, 3 cubos de vinho equivalem a ½ xícara. Anotar essa equivalência  ajuda na hora de seguir a receita. Fotos e dicas daqui.

 

O mesmo procedimento pode ser feito com leite fresco, com sopa, creme, suco, polpa de frutas, ervas com água como hortelã para ser usada no preparo de sucos, ervas com azeite como o manjericão para temperos.

5Para aproveitar melhor os temperos, há dicas neste post. Outra alternativa para conservar alimentos é a desidratação de frutas e verduras. O site La BíoGuia ensina aqui.

 

 

 

 

Aproveitar ao máximo o alimento.

6Em geral, as folhas de brócolis e de couve-flor são descartadas mas, na verdade, podem ser aproveitadas assim como os seus talos no preparo de sopas de legumes, arroz, fritada, salada, farofa.  Para saber mais, vale visitar o blog Come-se. Há várias dicas também no blog Paladar do Estadão. 

Na mesma linha de comprar bem, comer melhor e desperdiçar menos, há um programa de Jamie Oliver a respeito desse assunto: algumas receitas foram publicadas aqui e outras podem ser encontradas nos episódios a partir de julho de 2014 neste link.

O que podemos fazer para reduzir o consumo de água?

Evitar comprar água mineral ou água engarrafada. Instalar filtro de água em substituição à água engarrafada. Carregar sua própria garrafa de água reabastecendo-a quando necessário. Nos restaurantes e bares do Rio de Janeiro pode ser solicitada a água (potável) da casa como se faz em outras cidades.

Reduzir o tempo de banho; ao esperar a água esquentar coletar a água em um balde para usar depois para descarga do vaso sanitário ou para regar plantas; fechar o chuveiro enquanto se ensaboa. Imagem daqui.

44e1f3efc0f293b11065f2b5ac6d92e9Fechar a torneira ao escovar os dentes e ao ensaboar a louça; instalar redutores de pressão de água; verificar se há vazamentos das torneiras (e consertar rapidinho) e  se estão bem fechadas. A Neide Rigo compartilha o que faz para economizar água na cozinha por aqui.

Verificar se há vazamentos ou mau funcionamento da descarga e consertar rapidinho; evitar dar descarga sem motivo; não jogar detritos no vaso sanitário.

Piso/Calçada/Carro – Varrer a rua, piso, calçada (deixar de usar a mangueira para fazê-lo); substituir a mangueira pelo balde na lavagem do carro, piso etc.

Chuva – Quando possível, recolher a água da chuva para regar as plantas, direcionar para descarga do vaso sanitário ou lavar o piso.

9Ar condicionado split – Esse aparelho gera uma boa quantidade de água quando em funcionamento, recolher essa água para lavar o piso, molhar as plantas ou usar na descarga é uma boa alternativa. Foto: Biosustentável.

Juntar louças ou roupas suficientes para encher a máquina de lavar, evitando o uso com poucas unidades. Algumas pessoas conseguem aproveitar a água do enxague da máquina de lavar roupa para limpar o piso do quintal ou jardim.

O cuidado com os produtos utilizados, principalmente, de limpeza, repelentes e agrotóxicos. Diminuir o consumo e substituí-los por biodegradáveis, menos poluentes e mais naturais, permitindo o reaproveitamento da água e/ou facilitando o seu tratamento. Dicas de limpeza sustentável com vinagre branco de álcool, limão e bicarbonato de sódio.

Descartar os resíduos de maneira adequada: não jogar lixo no chão, não jogar óleo de cozinha usado na pia para não contaminar a água, recolher a sujeira do seu cãozinho. A Daniela Pereira explica como reciclar aqui. Nessa linha, o consumo de alimentos orgânicos também é uma boa medida. Esse vídeo trata do tema. Para encontrar a feirinha de orgânicos mais próxima clica aqui .

Todas essas ações reduzem a poluição e geram impacto na qualidade da água dos rios e mares. Além disso, essas medidas diminuem o valor da conta de água. Nos condomínios, para incentivar a economia, o mais justo seria a instalação de hidrômetros individuais, beneficiando diretamente quem se empenha na redução do consumo. Esse infográfico ajuda a conhecer o ciclo da água. A escassez de água é uma realidade e essa entrevista esclarece bem a situação em São Paulo.

Esse assunto aperta o coração. Que tal uma poesia de Alberto Caeiro (um dos heterônimos de Fernando Pessoa)?

 “O Tejo desce de Espanha
E o Tejo entra no mar em Portugal.
Toda a gente sabe isso.
Mas poucos sabem qual é o rio da minha aldeia
E para onde ele vai
E donde ele vem.
E por isso porque pertence a menos gente,
É mais livre e maior o rio da minha aldeia.”

Para acessá-la na íntegra, clique aqui. A obra de Fernando Pessoa está disponível nesse link. Grátis e digital. Sem papel! ;-) A Daniela Pereira escreveu sobre a difícil missão de mudar os hábitos nesse post. Dá uma olhadinha, toda ajuda é bem-vinda para enfrentarmos esse desafio.

Nota do Apezinho: Não ganhamos nada com publicidade. As marcas e sites aqui mencionados são os que conhecemos ou pesquisamos.

Você também pode gostar de

3 Comentários

  • Responda Paola Fabeni da Rocha outubro 2, 2014 at 10:22 pm

    Gente, parabéns pelo post! Está ótimo, amei :)
    Muitas das dicas eu já tenho o hábito de praticar, e outras tentarei adotar.
    Ótima iniciativa, parabéns mesmo!
    Beijos, Paola
    http://blogcasadasideias.com/

  • Responda Danielle maio 3, 2017 at 1:28 am

    Adorei! Ótimas dicas, práticas e inteligentes!

    • Daniela Pereira
      Responda Daniela Pereira junho 14, 2017 at 3:40 pm

      Muito obrigada, Dani!! Agradecemos muito a mensagem e a visita. Beijos das Pereiras!

    Deixe uma resposta