comer decorar

Hortas Comunitárias

janeiro 13, 2014
Pare para pensar uns minutinhos: você conhece alguém da família que, em algum momento, teve um pequeno quintal com algum alimento sendo plantado? Uma hortinha ou vasinhos com temperos, essas coisas? A resposta quase sempre é sim! Todos nós temos uma avó, um tio, primo que vivem ou viveram essa realidade até alguns anos atrás.
 
horta1 (1)
 
A agricultura urbana ou a miniprodução doméstica sempre existiu! O problema é que, com a industrialização, a produção dos alimentos deixou de ser uma atividade local e familiar. Nós nos distanciamos da terra, dos alimentos e a nossa dieta passou a obedecer critérios que, nem sempre, seriam os nossos se tivéssemos a opção de escolha.
 
Esse discurso passivo não faz o menor sentido em 2014! Há um grande, lindo e crescente movimento de pessoas de variadas idades e classes sociais, que se reúne para plantar em espaços públicos! Eles trocam histórias, experiências, afeto e intenções! “Eles ficam limpos de terra!”, diz a Claudia Visoni, uma das criadoras do Hortelões Urbanos..
 
A Claudia conversou um pouquinho com a gente: “Adoro fazer parte do grupo Hortelões Urbanos, onde a gente troca muita experiência sobre cultivo de alimentos na cidade e se organiza para criar hortas comunitárias. Sou voluntária de duas delas: Horta das Corujas, na Vila Madalena, e Horta do Ciclista, na Avenida Paulista. Tem sido uma experiência incrível, principalmente pela possibilidade de colher relacionamentos humanos verdadeiros e regeneração urbana.
 

Minha expectativa para 2014 é simplificar ainda mais a vida e vivenciar com calma as novas e velhas amizades, de preferência ao ar livre, em espaços públicos.”

 

 

 

 

 

 

 

 

couve

 

Se você mora em São Paulo tem sorte! Há várias iniciativas esperando pela sua visita. Por que você não vai conhecê-las no próximo final de semana e conta pra gente como foi? Se você é de outras cidades e conhece uma horta comunitária, envia uma mensagem!

Melhor do que isso, se não há uma iniciativa como essa onde você mora, seja o primeiro a fincar essa bandeirinha inovadora no seu bairro.

Aqui você já pode entrar em contato e aprender com quem faz! :)

Próxima à Avenida das Corujas, Vila Madalena
Todos os finais de semana, alternando sábados e domingos, a partir de 10h,
 
Av. Paulista, entre Bela Cintra e Consolação, canteiro central
Primeiro domingo do mês a partir de 12h.
 
Horta da Vila Pompeia
Rua Francisco Bayardo, perto da Av. Pompeia
Todo domingo a partir de 11h com café da manhã comunitário.
 
Horta da Vila Anglo
Praça Antonio Resk, perto da Rua Heitor Penteado
Todo sábado a partir de 10h e terças 9h.
 
Horta do CCSP
Centro Cultural São Paulo, metrô Vergueiro
Último domingo do mês a partir de 9h com café da manhã comunitário.
 
Horta Comunitária do Pq Ipê
Rua Marujada, 53, Campo Limpo, perto do ponto final do ônibus Pq Ipê
Mutirões aos sábados a partir das 8:30
 
Horta do IEE USP – Instituto de Energia e Ambiente na Cidade Universitária
Mutirões a cada duas semanas, sempre aos sábados das 9 às 13hs. 
 

Aproveite e assista à apresentação dos Hortelões Urbanos no Pechakucha Global Night, em São Paulo, em setembro de 2013.

8ec2c6a2a2e6e39c93e24515ac8c80a5Nota do Apezinho: Se você gostou desse post, leia a nossa seleção sobre sustentabilidade.

Você também pode gostar de

Nenhum comentário

Deixe uma resposta