decorar

Apezinho cheio de ideias!

maio 12, 2017

Esse casal é muito querido pelas Pereiras. Vivem trocando de endereço entre o Rio e São Paulo, não param!! O cantinho de Laranjeiras tá montado pra quando a saudade aumentar, porque agora eles estão passando temporada em SP. Amamos a forma com que a Ana fez tudo. Vai te encher de ideia e inspiração. O post original foi escrito para o blog do Cantão. Viva a criatividade! :)

***

A Ana e o David já namoram há bastante tempo, desde a faculdade! O casal teve seu primeiro endereço em São Paulo e agora no Rio, em Laranjeiras. Nossa amiga é designer de interiores, dá pra perceber pela lindeza que é o seu canto. Mas você pensa que sempre foi assim?

Que nada, o casal morou por muito tempo em um espaço vazio. Aos poucos, eles criaram esse espaço tão bonito, que dá vontade de ficar olhando sem parar. Valeu a espera, né? Batemos um papo com ela, que listou os 10 maiores acertos ao decorar seu maravilhoso apezinho:

1. Uso de peças reaproveitadas: a cabeceira da cama (uma tábua preta que ficava parafusada na parede) virou tampo da mesa de jantar. Gavetas de um armário de quarto antigo viraram porta-produtos de limpeza na área de serviço. As portas desse mesmo armário viraram prateleiras pra o hall e cozinha.

2. Decoração econômica: uma tábua de MDF comprada em uma lojinha de madeiras fez todas as prateleiras fininhas do corredor. Mandei cortar lá mesmo.

3. Quadros baratos: as molduras foram compradas na Leroy Merlin e arte impressa na gráfica do bairro. Fiz a arte eu mesma, mas quem não é designer pode baixar em sites de pôster gratuitos.

4. Bancadas de porcelanato que imitam madeira: queria o efeito madeira nas áreas molhadas (bancada da cozinha e banheiro). Mas usar madeira na área molhada requer muita manutenção e é mais caro, por isso optei pelo porcelanato que imita madeira. Ele é resistente ao calor (pode colocar panela quente em cima) e é muito mais barato que usar granito ou mármore. Fiz a bancada em concreto armado e a revesti com porcelanato. Mas, atenção, você precisa de um bom profissional que saiba trabalhar com esse tipo de produto.

5. Garimpo de peças decorativas em lojas populares: toda a decoração das prateleiras foi garimpada em lojas bem baratas. As estampas da moda estão democratizadas. Pesquisando bem dá pra encontrar peças de bom gosto. Os vasos do hall e as almofadas de estampa geométrica são da Leader e os vasinhos das prateleiras da Saara.

6. Decoração personalizada: sua casa tem que ter a sua cara. Como gostamos muito de viajar, usamos muitos elementos trazidos das viagens. Colecionamos imãs de geladeira dos lugares que visitamos e também temos outras peças espalhadas pelo apartamento. Quer organizar e deixar a sua coleção bonita? Escolha um item para colecionar e um local para dispor todos juntos. Exemplos: pratinhos de cada cidade em uma parede de destaque, pequenas esculturas das cidades visitadas em um armário com portas de vidro (tipo farmácia antiga). São formas de guardar suas lembranças sem deixar a decoração brega ou poluída.

7. Poucos armários pra economizar: como armários são itens caros e estávamos sem dinheiro depois da reforma, usamos prateleiras com cestos pra guardar tudo, roupas talheres qualquer coisa e funciona! Mas tem que ser coisas que você usa sempre, porque senão pega poeira… Isso foi bom porque nos fez jogar coisas que nunca usávamos fora e organizamos a casa.

8. Cores para dar efeito visual nas paredes: como a sala era um retângulo muito estreito e comprido, coloquei cores fortes nas duas pontas do retângulo. Preto em uma parede. No outro lado, turquesa. As paredes do meio da sala são brancas. Isso aproxima um lado da sala com o outro e tira a sensação de sala estreita! Sentimos muita diferença quando entramos no apê dos vizinhos com a mesma planta! Essa dica serve também pra tirar a sensação ruim de corredores compridos.

9. Sem medo do preto: dizem que ele escurece e diminui o espaço, mas não há problema se houver boa entrada de luz natural! Também funciona quando o ambiente é grande e você quer demarcar um cantinho aconchegante. Usei na sala de jantar, gosto muito da combinação de preto e branco e queria destacar esse canto do resto da sala. Ficou chique!

Também usei o preto pra dar destaque aos quadros com moldura branca e ilustrações coloridas que compramos numa feirinha em Paris. Aproveitei pra comprar luminárias também brancas para colocar em cima da mesa e o resultado ficou muito legal.

Um lado da sala com parede preta e quadros parisienses e o outro com parede turquesa e pôsteres pretos e brancos demarcando o espaço pra jantar/escritório.

Também usei preto na cozinha. Era uma parede branca sem graça que não podia ter armários porque passam muitos canos, então coloquei a parede preta pros amigos deixarem desenhos e recados. Ficou super charmoso e resolveu o problema da cozinha branca sem identidade.

10. Estilo escandinavo: é o estilo que mais gosto e usei na sala e na cozinha. Ele usa muito preto/branco e apenas mais uma cor como azul ou verde (usei turquesa). Também usa estampas geométricas e peças douradas. Tudo que eu tinha com cores fortes do apartamento antigo, como vermelho e amarelo e laranja, não combinava com essa paleta escandinava, então usei todos esses itens em um cômodo só no quarto de musica do David, que ficou com um estilo diferente do resto da casa.

 

Você também pode gostar de

Nenhum comentário

Deixe uma resposta