contar

Para que serve mesmo?

maio 17, 2013

Da série “coisas triviais que, quando a gente para para pensar, não sabe responder de cara”: qual é a coisa mais útil e a mais inútil que você comprou para seu apê? Pense com sinceridade. Daquele artesanato que parecia lindo no camelô, mas se tornou um totem que ocupa 37,4% da sua sala e não combina com mais nada, àquela panela elétrica que você adquiriu por impulso na internet e só faz um único tipo de comida – que você já enjoou. Pois a ideia aqui é compartilhar um grande acerto e uma grande furada no meu apezinho. Vai que serve de alento para te ajudar a fugir de uma roubada. Acredite, um abajur ou um abridor de latas podem interferir bastante na sua rotina.

Para que serve mesmo?Se comer enlatados em excesso faz mal, agradeço ao abridor de latas da foto por cuidar da minha saúde. Porque, vou te contar, dá uma preguiça danada abrir qualquer coisa com ele. E confesso que rola uma vergonha ao revelar aqui a lógica (das mais mesquinhas, admito) que me guiou na compra:”o mais caro deve ser o melhor”. Lá fui eu gastar a verba extra de fim de ano em algo que não me atende. O abridor encaixa mal nas latas, só que gastar mais dinheiro comprando outro modelo, desta vez um humilde, é algo que meu orgulho não me permite fazer. O que fazer com dois abridores em casa? Aí tomei uma decisão extrema: não compro mais nada em lata. E estou bem assim.

Para que serve mesmo?Mas vamos ao grande acerto. Quem mora em apartamento com pé-direito alto (já reparou no seu?) sabe a encheção que é trocar uma mísera lâmpada. E o que você faz quando a lâmpada do seu quarto queima e não tem tempo para resolver? Compra um abajur e a deixa queimada no teto, é claro! Eu curti o modelo feito com peças de Lego, aí da foto, por dois motivos. Um é pelo efeito que ocorre com a luz passando pelas peças translúcidas. Fica aconchegante e suave para receber visitas. Mas ninguém aguenta esta iluminação carnavalesca para tocar as tarefas do cotidiano. E aí que entra o segundo motivo para adorá-lo: posso retirar todas as peças de Lego e ter um pequeno Sol de estimação, iluminando tudo. Ah, e finalmente eu troquei a lâmpada do meu quarto… …depois de três meses – mas sem abandonar o abajur.

Você também pode gostar de

2 Comentários

  • RespondaLilian Lucindomaio 22, 2013 at 5:07 pm

    Comprei uma vez uma vasilha “seca salada”. Pra que? Se lavo o alface , “sacudo”, coloco na mesa e como. Deveria ter uma loja intitulada Inutilidades para o lar. Mas amei meu picador de cebolas manual.Muito util pois pica bem pequeno e evita o cheiro nas mãos.

    • Apezinho
      RespondaApezinhomaio 24, 2013 at 12:24 pm

      Oi Lilian! Obrigado por ter compartilhado a sua experiência com a gente! Fiquei curioso em ver o picador de cebola. Tem foto na internet? Bjs! Saulo.

    Deixe uma resposta