contar

Eu mato baratas

novembro 13, 2013

Cheguei em casa e fui direto para o banho. Era tarde. Tirei a roupa e entrei no box. Foi naquele momento que percebi que não estava sozinha. É, eu não estava sozinha! Tinha uma barata no pequeno cubículo dividindo espaço comigo. Em milésimos de segundos, iguais aqueles que acontecem antes da morte, reparei que nunca tinha matado uma barata na vida.

Precisava agir rápido. Nunca vi alguém matar uma barata pelado. A boa era colocar roupa de matar barata! Saí do box, sem tirar o olho do bicho. Tentando não entrar em pânico, pensei em tudo que poderia fazer: ligar pra minha mãe, pro namorado… nada parecia rápido o suficiente para solucionar meu problema. Essa era a hora de provar para mim mesma que sabia morar sozinha. Respirei. Ela também.

Ação-reação-congela. Ainda estávamos as duas imóveis. Precisava de um spray mata-barata: simples, sem dor e sem trauma. Lembrei que nunca tinha comprado um deles. Ela ainda estava na mesma posição. Eu também. As duas no estado natural, ela com uma casca dura de proteção. Lembrei da história que elas sobreviveriam até a uma explosão nuclear se estiverem longe do epicentro, escondidinhas. Com aquela casca dura nem radiação mata. Baratas são bichos muito velhos, coisa de milhões de anos, vivem no mundo todo, conhecem lugares que nossos olhos jamais viram. Elas devem se comunicar entre elas numa rede planetária de baratas, devem andar, pelo menos, em casal… Não, não, sai pra lá pensamento, só tinha uma barata. Uma.

ninja2Se eu desse uma chinelada e acertasse errado, ele poderia perder o controle. Uma vassourada…? E se subisse pelo cabo, seria uma gritaria. Não sei se estava preparada para isso. E se eu matasse no chinelo, poderia ser bem nojento. Eu teria que ver o que tem dentro de uma barata, algo que ninguém nesse mundo merece ver em vida. Deveria ter uma solução tipo efeito desmaiar barata, já que estava sem o bendito spray mata-barata.

Pensei em todos os produtos fortes que tinha na casa: veja, álcool, água sanitária… Eucalipto! No banho, minha mãe ensinou a jogar óleo de eucalipto no chão do chuveiro para fazer uma espécie de inalação. E se eu jogasse óleo de eucaplipto ao redor da barata? Fiz meu teste. Fiz um círculo ao redor da barata com eucalipto. Aquele cheiro subiu forte… até eu senti. Ela estava tonta, totalmente cercada lá dentro… andou até a borda e bateu a antena, deu ré, voltou pra outra borda e bateu o pé, foi pra frente, bateu, deu ré… Ela estava ficando tonta, era questão de minutos. Parecia que aquele óleo era realmente mais forte que bomba atômica.

Quando ela estava totalmente desmaiada, ensaquei minha mão com um saquinho de supermercado, peguei papel higiênico com a mesma mão e sem olhar fui pegar o ser desmaiado. Grande! Eu e ela! Dava pra sentir seu corpo pelo saco. Desvirei o saco, amarrei bem forte, fechei. Feito! Feito! E feito! Eu tinha vencido!

mestres-5Pois é, a primeira barata a gente nunca esquece… até que chega a segunda. E foi assim, outro dia, que tive que enfrentar mais uma delas. E essa eu estava num estado de mestre japonês, com a certeza que seriam somente ensacar a barata. Porque algumas coisas nunca mudam, eu ainda estava sem spray mata-barata. Só que dessa vez não usei eucalipto. Fiz uma armadilha mesmo! Ela entrou no saco plástico sozinha, que eu, prontamente, fechei com uma agilidade de vendedor de feira.

Para não passar por esse tipo de apuro, aqui vai uma dica para quem mora sozinho:

1. Tenha um spray mata-barata, um dia você vai precisar

2. Caso não tenha, não entre em pânico.

3. Evite matar a barata com uma chinelada se não souber lidar com gosmas. Dê um jeito de prender o bicho num saco e jogue fora. É a boa!

Você também pode gostar de

11 Comentários

  • RespondaAshley Ayresnovembro 13, 2013 at 9:22 pm

    Haha adorei! Tenho panico de baratas e com certeza terei um spray,alem de eucalipto e claro.

  • RespondaCamila Cantoninovembro 18, 2013 at 12:12 pm

    Morri de rir!!! Saí da casa da minha mãe direto pra casa do namorado (aspirante a marido há 2 anos) e nunca tive que matar uma barata. Mas, se eu fosse você, tinha desistido do banho! Ahahaha… TINHA MESMO!

  • RespondaFlavia Mnovembro 20, 2013 at 11:27 am

    Meu Deus, você colocou a mão numa barata, quanta coragem ! Com a sacola, é claro, mas mesmo assim.. QUANTA CORAGEM.
    Acho que eu prefiro a boa e velha chinelada mesmo. Depois é só retirar o cadaver com uma pazinha de lixo e jogar um litro de desinfetante no lugar. Mesmo quando se tem spray, nem sempre da tempo de ir busca-lo né.

  • RespondaCamila Malveiranovembro 20, 2013 at 1:36 pm

    O jeito mais fácil de matar baratas é espirrando aqueles limpadores multiusos, tipo Veja, pois ao espirrar nela, a soda vai agir, assim ela morre logo em seguida e os ovos dela também. Quando matamos com a chinela aquela gosma branca está repleta de ovinhos, que podem vir a eclodir, devido a isso, prefiro matar com Veja. :)

  • RespondaPatrícianovembro 25, 2013 at 12:04 pm

    Veja! Da próxima vez usarei Veja! É, chinelada e gosma não é comigo. Melhor pegar o cadáver inteiro, para nao correr de ficar com muito nojo de pegar o bicho…!!

    Mudando de assunto nojento para assunto de igual sensaçao: quem já viu as larvinhas do macarrão? Quase morri!

  • Responda|Celiaoutubro 21, 2014 at 8:17 am

    Eca! Morri de rir e de nojo lendo esse texto hahaha!
    Eu não pego barata nem embrulhada com papel toalha e dentro de um saco. Vai que ela se mexe de novo e eu sinto as perninhas? Horror total hahaha

  • RespondaBárbarajunho 3, 2017 at 9:17 am

    Eu sou o tipo de pessoa que casou mas não tem maturidade para matar barata rsrsrs
    Certo dia, acordei cedo para trabalhar e meu marido já havia saído, eis que surge uma barata enorme na cozinha. Meu spray mata-barata havia acabado e foi um desespero só. Peguei uma pequena malinha, coloquei todas as coisas que precisava para me arrumar dentro dela, vesti a primeira roupa que achei e parti para a casa da minha mãe. Não é algo que me orgulho muito, mas a risada da minha mãe, ao me ver tão cedo na casa dela por causa de uma barata, foi impagável kkkkkk

    • Daniela Pereira
      RespondaDaniela Pereirajunho 23, 2017 at 2:32 pm

      Ahahahahahaha, Bárbara, que mico! História boa pra contar pros amigos, adoramos! Beijos das Pereiras e volte sempre! :)

  • RespondaRaniere Afonsonovembro 4, 2017 at 8:14 am

    Muito bom esse esquema, agora sim estou conseguindo aplicar de boas

    • Daniela Pereira
      RespondaDaniela Pereiranovembro 7, 2017 at 8:09 pm

      Não é? :) Nossa Pat entende tudo de defesa pessoal, hehehe! Beijos das Pereiras.

    Deixe uma resposta