comer

Comida real

maio 27, 2015

A americana Lisa Leake não dava muita bola para a sua alimentação até 2010. Ler os rótulos dos alimentos, comprar orgânicos ou frequentar os mercadinhos locais não estavam na sua rotina. Foi aos 32 anos que tudo mudou. O responsável? O escritor Michael Pollan, que há mais de 25 anos estuda e critica os hábitos alimentares “modernos”. Para ele, precisamos voltar para a cozinha e recuperar a alegria diante do que comemos!

As mudanças propostas por Michael foram drásticas e nada fáceis para Lisa. Sua nova “normalidade” demorou um tempo para virar rotina, mas valeu à pena. Nesse cenário de transformação pessoal nasceu seu blog, o 100 Days of Real Food. Não há melhor maneira de convencer os outros do que dando o exemplo, não é? :)

Passear pelo blog da Lisa é uma delícia! Encontramos um post bem legal com um planejamento de 14 semanas (os famosos 100 dias) contendo “minipromessas”, que nos ajudam a cortar os alimentos processados! A proposta é que ganhemos uma nova perspectiva a partir da experiência e façamos algumas mudanças positivas de longo prazo como resultado.

Se você quiser ler o post original, clique aqui!

Vamos tentar?

Semana 1: duas frutas e / ou legumes por refeição – acrescentar um mínimo de duas frutas ou legumes (de preferência orgânicos) diferentes, em cada refeição.

Semana 2: bebidas “reais” – o consumo será limitado a café, chá, água e leite (naturalmente adoçado com um pouco de mel ou xarope de bordo 100% puro). Um copo de suco será permitido durante a semana e vinho (de preferência vermelho) será permitido com moderação (uma média de um drinque por dia).

Semana 3: carne – escolha os produtos de comerciantes locais. Seu consumo será limitado a 3 – 4 porções. Ela não será o “ponto focal” da refeição, mas usada para ajudar no sabor do prato.

Semana 4: nada de fast food ou alimentos fritos.

Semana 5: experimente dois novos alimentos integrais. – De preferência desconhecidos!

18612_955137937863882_1118594908347723577_n

 

Semana 6: afaste-se de produtos “com baixo teor de gordura”, light ou desnatados.

Semana 7: 100% de grãos integrais – Todos os grãos consumidos devem ser deste tipo.

Semana 8: parar de comer quando você se sentir satisfeito – Ouça a sua voz interna!

Semana 9: sem adoçantes refinados – Sem adoçantes refinados ou artificiais, incluindo (mas não limitado a): açúcar branco, açúcar mascavo, splenda, stevia, agave, xarope de milho, xarope de arroz e caldo de cana. Alimentos e bebidas só podem ser adoçados com uma quantidade moderada de mel ou xarope de bordo.

Semana 10: nada de óleos refinados – Nenhum óleo refinado ou hidrogenado, incluindo (mas não limitado a): óleo vegetal, óleo vegetal orgânico, óleo de soja, óleo de milho, óleo de canola, óleo de canola orgânico, margarina e óleo de semente de uva.

1375807_646328135411532_264174484_n

 

Semana 11: comer alimentos locais – Isto inclui, mas não está limitado a: frutos, vegetais, ovos, grãos, nozes, carnes e adoçantes como mel.

Semana 12: sem adoçantes – Evite todos os adoçantes incluindo, mas não limitados a: açúcar branco, açúcar mascavo, mel, xarope de bordo, açúcar de bordo, splenda, stevia, concentrado de suco de frutas, xarope de milho de alta frutose, xarope de arroz e caldo de cana.

Semana 13: nada artificial – Evite todos os ingredientes artificiais, incluindo, mas não se limitando a: adoçantes, sabores e cores.

Semana 14: não mais do que 5 ingredientes – Evite todos os produtos alimentares embalados que contenham mais de cinco ingredientes, não importa o que ingredientes.

11030721_925824764128533_6178153160811785043_n

 

Nota do Apezinho: Curtiu? Nós nos sentimos desafiadas a tentar, quem sabe as mudanças não acontecem também na casa das Pereiras! Se você se interessou pelo assunto, acompanhe o projeto da Lisa no Face, ele é inspirador!

 

Você também pode gostar de

2 Comentários

  • Responda Carô maio 28, 2015 at 9:45 pm

    Além de saudável comer assim é mais gostoso! Meninas, a parte do – incluindo (mas não limitado a)- confundiu minhas ideias hahaha aqueles alimentos são ou não recomendados? Espaço lindo que vocês tem aqui ♥

    • Responda Marlene Bona outubro 25, 2015 at 11:56 am

      Eu também fiquei com um nó minha cabeça…alguém pra responder pra gente? a parte do – incluindo (mas não limitado a ….

    Deixe uma resposta