PATRÍCIA KALIL Colaboradores

Saí de casa muito cedo, tinha 20 anos e uma curiosidade enorme pra conhecer o mundo. Fui morar em Dublin, de lá em Londres, de lá em Paris, voltei pra Sampa, fui para Los Angeles, Seattle, Amsterdam e Maputo, em Moçambique, até aterrissar no Rio de Janeiro. É, parece que eu precisei rodar um bocado pra descobrir que eu sou mesmo é carioca. E daqui eu não saio, daqui ninguém me tira! Mas o que há de mais importante em todas essas andanças é que sempre, sempre, eu precisei montar meu apezinho.

Apesar de ter tido uma juventude com rodinhas nos pés, eu preciso sempre fazer meu porto-seguro, ter meu espaço para sair da zona da rua, pra ficar sozinha, pra ficar juntinho, pra ficar com amigos, pra ouvir música bem alto, pra ler, pra estudar… Eu gosto de casa e da casa dos outros também! Agora, com 14 anos de “estrada” fora da casa de mi madre, fui convidada para morar nesse novo apezinho! Que delícia, que honra e que luxo! Vamos ter muitos encontros, jantares, papos aqui pra vocês e com vocês!!